AADOP assina Protocolo de Cooperação com a Liga Portuguesa Contra o Cancro

A Associação de Apoio a Doentes Oncológicos Paivenses (AADOP) assinou hoje, no Porto, um Protocolo de Cooperação com a Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo Regional do Norte, no âmbito do apoio aos doentes oncológicos e das suas famílias.


qui 9 fev, Ação Social

Para os responsáveis da AADOP, este dia fica na história do associativismo solidário e da valorização da sociedade civil e, em particular, das associações de apoio aos doentes oncológicos, no desígnio da união de esforços para fazer face aos desafios e dramas sentidos por estes doentes e suas famílias, na caminhada pela sua sobrevivência.
A cerimónia realizada na sede do Núcleo Regional do Norte da LPCC, no Porto, onde o Presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Dr. Vítor Veloso e o Presidente da Direcção da Associação de Apoio a Doentes Oncológicos Paivenses (AADOP) José Adelino Nunes, assinaram um protocolo de cooperação, com vista a um reforço de relacionamento, cooperação e actuação conjunta, em prol do apoio social, da humanização e da melhoria da qualidade de vida dos doentes e sobreviventes oncológicos e suas famílias, bem como da defesa dos seus direitos, contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Gonçalo Rocha, do Vereador Almeida Junot, do presidente da União de Freguesias de Raiva, Pedorido e Paraíso, Joaquim Martins, representante da Junta de Freguesia de S. Martinho, da Assembleia Municipal e do Centro Social de Santa Maria de Sardoura, para além de outros dirigentes da AADOP.
Desta forma, com a assinatura deste protocolo, a LPCC reconhece a importância e o envolvimento da AADOP na área da oncologia e do apoio aos doentes e suas famílias, realçando o trabalho que desenvolve, acompanhando-os e apoiando-os nas mais diversas fases da doença e no seu tratamento e que tem como principal desígnio a união de esforços para fazer face aos desafios sentidos por estes doentes e sobreviventes, sejam eles de ordem material, física, psicológica ou informacional.
O edil Gonçalo Rocha, também na qualidade de Presidente da Assembleia Geral da AADOP, evidenciou um sentimento de felicidade pela concretização deste objectivo social, congratulando-se com o trabalho desta associação, orientada para facilitar e disponibilizar a melhor ajuda em prol das pessoas que sofrem e que passam por momentos menos bons.
O autarca paivense congratulou-se com a assinatura deste protocolo com a Liga Portuguesa Contra o Cancro e louvou esta causa social e o seu alcance futuro, considerando que a AADOP tem uma responsabilidade acrescida, na procura de sucesso para esta aposta ambiciosa, defendendo que esta acção de retaguarda e o trabalho articulado que está associado, são motivos fundamentais para o desenvolvimento da associação, em beneficio da própria comunidade paivense.
A gestão do protocolo, agora assinado, será assegurado pela Dr. Baptista Cardoso e Dr. Luís Carvalho, que terão a missão de ser os interlocutores privilegiados para as relações entre as duas entidades.
Recorde-se que, o principal objectivo desta associação, fundada em Agosto de 2015, relaciona-se com apoio aos doentes oncológicos, tendo em conta que alguns, devido à situação precária económica, acabam por não comparecer aos tratamentos e consultas, por falta de transportes, informações e apoio.

mais notícias
GIPFarmáciasBombeirosMunicípioVeterinárioContactos
Desenvolvimento
Castelo de Paiva 2013
Todos os direitos reservados