Programa dos 30 anos da Academia de Música de Castelo de Paiva

A Academia de Musica de Castelo de Paiva - AMCP apresentou recentemente, em conferência de Imprensa, o programa "30 anos, 30 artes", um evento comemorativo do 30º aniversário da instituição, que se celebra no decorrer deste ano, ficando-se agora a conhecer um programa com muitas actividade e surpresas que se vai estender até 3 de Dezembro, data oficial da inauguração da escola pelo Presidente da República, Mário Soares, ao tempo do edil Antero Gaspar.

 

qui 22 fev, Cultura e Lazer

Para além do director pedagógico da academia, Prof. Agostinho Vieira, que detalhou o programa evocativo que está gizado para este aniversário, marcaram também presença o presidente da Câmara Municipal, Gonçalo Rocha, que por inerência é o presidente da direcção da AMCP, e o presidente da Assembleia Municipal, Gouveia Coelho, também ele um dos fundadores desta escola de ensino especializado da música.

Concertos, conferências com especialistas, mas também iniciativas paralelas de outras actividades artísticas, fazem parte do programa que já está em curso e que vai terminar em Setembro, destacando-se a participação da Banda da Armada, num concerto agendado para 13 de Julho, e um espectáculo com a Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto, entidade com quem a AMCP estabeleceu recentemente um protocolo, sendo que, o programa contempla também três dias, nomeadamente de 7 a 9 de Julho, em que a academia se abre à comunidade local, com espectáculos de bandas de música, grupos etnográficos e alternativos.

De regresso estará a Academia Ibero Americana de Clarinete, que já vai na 8ª edição, e que terá lugar de 3 a 7 de Abril, bem como a segunda edição do Concurso Internacional de Trombone, em Março, ao passo que, o público infantil poderá assistir, entre diversas actividades, ao espectáculo “ O Elefante Cor de Rosa “, baseado no conto homónimo de Luísa Dacosta.

Partilhando a satisfação do director pedagógico pela concretização desta iniciativa cultural, que vai prestigiar a instituição e engrandecer o município, o presidente Gonçalo Rocha, lembrou o trabalho notável e dedicado que foi desenvolvido nestas três décadas de actividade e regozijou-se com o sucesso da Academia de Musica traduzida num projecto de ensino perfeitamente consolidado e que, em três décadas de existência, ultrapassou todas as expectativas subjacentes à sua géneses, sendo um êxito por todos reconhecido, recordando a projecção internacional alcançada, com jovens de grande nível profissional a integrarem projectos de nível mundial.

Agostinho Vieira referiu que o reconhecimento e o crescimento da academia implica uma maior responsabilidade, nomeadamente no âmbito da sensibilização da comunidade para a importância do ensino especializado da musica, destacando que a academia se apresenta como uma boa resposta à dificuldade que as famílias muitas vezes têm em conciliar as suas vidas pessoais e profissionais e o investimento numa carreira musical, muitas vezes olhada como uma opção de futuro incerto, aproveitando o director para destacar, nestes 30 anos de academia, a colaboração de uma antiga aluna, que enveredou pela profissionalização em arquitectura e que agora criou o novo logótipo da AMCP.

Entretanto, o edil Gonçalo Rocha aproveitou a oportunidade da conferencia de imprensa, para frisar que a Academia de Musica de Castelo de Paiva tem um papel nuclear na realização da Bienal da Cultura, um evento que vai voltar a realizar-se em 2019, repetindo-se um evento de sucesso que teve início em Julho de 2017, tendo marcado a região de forma positiva, sendo que, este ciclo de actividades culturais são uma aposta do município em divulgar e fomentar a cultura, em parceria com a Academia de Música de Castelo de Paiva e o Teatro do Bolhão, através do reconhecido actor paivense António Capelo.

mais notícias
Contadores Inteligentes de EletricidadeGIPFarmáciasBombeirosMunicípioVeterinárioContactos
Desenvolvimento
Castelo de Paiva 2013
Todos os direitos reservados