Gonçalo Rocha esteve nas Conversas Soltas

O presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva participou como orador, no final da passada semana, numa iniciativa de debate denominado “ Conversas Soltas “, promovida pela Global Media Group (JN, DN e TSF) e o Banco Santander, subordinada ao tema “Portugal Rural 2030: Coesão, o Desafio”, e que teve como moderador o conhecido comentador televisivo António Perez Metelo, realizada no cenário da sexta edição da AGRO GLOBAL, a maior feira agrícola profissional do país, que voltou a ter lugar em Valada do Ribatejo, Cartaxo, provando a cada edição a sua relevância para este importante sector da actividade económica.

 

seg 10 set, Informação Oficial

No último dia do certame, Gonçalo Rocha esteve a convite do Banco Santander e, num quadro de debate orientado para o tema Multiregiões – dar voz ao interior, protagonizou uma intervenção focada nas dificuldades, valores e potencialidades do nosso território de Paiva, não deixando de abordar a sustentabilidade rural e a desertificação das regiões mais interiores do país.

O autarca paivense falou no flagelo dos incêndios, nomeadamente o terrível fogo que, em Outubro do ano passado, queimou mais de 60% da área municipal e abordou as fases da recuperação e o trabalho já desenvolvido no sentido da recuperação do território, detalhando pormenores do apoio que tem sido prestado e das dificuldades processuais no apoio às vitimas que ficaram com casas e outro património destruído.

Referindo que o ordenamento do território é uma questão premente, o edil paivense realçou a necessidade de politicas de coesão e evidenciou as consequências da desertificação do interior, a falta de investimento e de criação de postos de trabalho e apontou algumas soluções para inverter a situação, referindo –se depois, à aposta que tem sido feita no concelho ao nível da reconversão da vinha, potenciando que a produção de vinho verde de excelência seja hoje um valor acrescentado que dinamiza a economia local, sugerindo mesmo, que algumas zonas ardidas com boa exposição solar e um micro clima especial, podiam ser aproveitadas para dinamizar ainda mais a produção vitícola no concelho.

Gonçalo Rocha defendeu a valorização dos produtos endógenos e destacou que o sector agrícola deve merecer um apoio especial por parte do Governo e congratulou-se que no sector da vinha Castelo de Paiva apresente já resultados excelentes, com vinhos verdes de grande qualidade, premiados até em concursos internacionais, embora não esqueça um sector empresarial diversificado e a estratégia municuipal que também passa por continuar a reclamar por boas acessibilidades aos grandes eixos rodoviários, nomeadamente a conclusão da Variante à EN 222 e a construção na totalidade do IC 35 na ligação à A4 em Penafiel.

Recorde-se que, a edição do Conversas Soltas Santander Advance Empresas, focado nas regiões do Interior de Portugal, decorreu no âmbito da iniciativa Agricultura Mais Forte, uma parceria do Santander com o Global Media Group, e que, no decorrer deste ano, promove uma série de conferências sobre ruralidade e desertificação, tendo sido nesta jornada de debate, registadas as intervenções de Gonçalo Nuno, presidente da Câmara Municipal de Monforte, Rita Uva, do Gabinete Agroalimentar do Santander, Gonçalo Rocha, presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, Luís Seabra, assessor agroalimentar no Santander, Jorge Rita, presidente da Associação Agrícola de São Miguel – Açores e o director Coordenador de Negócio do Santander, Carlos Santos Lima

mais notícias
Contadores Inteligentes de EletricidadeGIPFarmáciasBombeirosMunicípioVeterinárioPiscinaContactos
Desenvolvimento
Castelo de Paiva 2013
Todos os direitos reservados