5 milhões de Euros para Concretizar nas Zonas Ribeirinhas do Concelho.

A Câmara Municipal de Castelo de Paiva apresenta um conjunto de investimentos, superior a 5 milhões de euros, para concretizar nas zonas ribeirinhas do concelho.
Uma estratégia municipal que terá uma forte componente financeira assegurada por fundos comunitários, pela APDL e através de outras parcerias estabelecidas com várias entidades, que visa dinamizar a economia local através da actividade turística, valorizando as potencialidades que o concelho apresenta.

sex 5 ago, Turismo

Inserida numa acção global denominada "Viver Payva Douro", esta estratégia integrada irá incluir diversas intervenções no território, nomeadamente nas zonas ribeirinhas com potencial turístico e ainda um circuito de percursos pedestres ao longo do nosso concelho.
Esta já em curso a requalificação do Cais Fluvial de Midões, uma empreitada lançada pela APDL Administração dos Portos do Douro e Leixões no território da União de Freguesia de Raiva, Pedorido e Paraíso, apresentando desta forma investimento a rondar os 200 mil euros.

A zona ribeirinha do Choupal, em Pedorido, que está numa fase terminal de expropriação de terrenos, contempla o licenciamento da praia fluvial e irá traduzir-se num investimento superior a 400 mil euros. Prevê-se o arranque desta importante obra até ao final do ano.
Está também já em fase de adjudicação, no âmbito da parceria com a APDL, a requalificação da zona ribeirinha do cais de Boure, na Freguesia de Sardoura. Estas obras, orientadas para potenciar ainda mais o transporte fluvial de mercadorias, recuperarão a dinâmica de outrora com a exportação e transporte de granitos e o embelezamento daquele que é, um locais mais emblemáticos do nosso concelho.

Incluindo neste projecto encontra-se também a  requalificação do Cais do Castelo, na freguesia de Fornos. Uma obra importante há muito aguardada pela população desta localidade, que aguarda a abertura das candidaturas do “aviso / iniciativas“ na estratégia PROVERE. Projecto este que deverá incluir o licenciamento da praia fluvial, assim como o respéctivo cais e marina de acostagem, equipamentos de lazer e desportivos frente à atractiva Ilha dos Amores. 

Ao longo da margem do Douro, unindo estes pontos emblemáticos do nosso concelho, nascerá um percurso pedestre com miradouros em locais estratégicos, que permitirá a ligação pedonal entre a foz do Arda e a foz do Paiva. No âmbito do Projecto Payva Douro, estão ainda previstos percurso pedestres na zona ribeirinha do Rio Paiva com uma intervenção na zona de Várzea/Retorta, bem como outros percuros pedestres orientados para as temáticas das Serras, Vinhas, Fósseis e Minas.

Entusiasmado com os projectos anunciados, o executivo da Câmara Municipal, evidencia o interesse de valorizar as potencialidades do município e sublinha o potencial que o território paivense apresenta na sua vertente ribeirinha e destacando a importância destes investimentos para o concelho.
Mais do que trazer visitantes aos percursos, pretende-se introduzir a vida do concelho nas experiências dos utentes, de forma que o acto de percorrer cada percurso seja uma experiência única, que deixa o visitante mais conhecedor do património natural e cultural. Além da experiência de visitação, pretende-se criar uma relação pessoal e profunda entre o território e quem o vem conhecer. Entende-se que apenas através da criação desta relação o visitante poderá envolver-se com o território nas suas mais variadas dimensões, sendo garantida a sua volta num futuro próximo.
Mais do que um passeio ou uma visitação, queremos que os utentes do projeto vivam Castelo de Paiva e a sua paisagem.
Vivam as serras, o património, agastronomia, os vinhos, rio “Payva” e o rio Douro.
Conhecer Castelo de Paiva é Viver o Payva Douro.

mais notícias
GIPFarmáciasBombeirosMunicípioVeterinárioContactos
Desenvolvimento
Castelo de Paiva 2013
Todos os direitos reservados