Obras do Choupal a Bom Ritmo

Estão a desenvolver-se em bom ritmo as empreitadas relativas à requalificação da Zona de Lazer do Choupal e de execução do principal percurso pedestre no âmbito da estratégia turística “ Viver Payva Douro “, obras que representam um investimento municipal superior a 422 mil euros, sendo que, também nesta zona do Couto Mineiro, a empresas “ Águas do Douro Paiva “ / SimDouro estão já a levar a efeito, a empreitada relativa à retirada das condutas do abastecimento de água da Ponte Centenária sobre o Rio Arda, e a sua transferência para a ponte nova na Variante à EN 222, que também vai acolher as condutas de saneamento na ligação com a nova ETAR de Pedorido, que recentemente entrou em funcionamento.

ter 23 jan, Urbanismo

Recentemente, o presidente Gonçalo Rocha, acompanhado do vice – presidente António Rodrigues, e do autarca local Joaquim Martins, da União de Freguesias de Raiva, Pedorido e Paraíso, esteve de visita a estas empreitadas, onde se encontrou com António Borges, do Conselho de Administração das Aguas do Douro e Paiva - ADP e com elementos das empresas adjudicatárias das respectivas empreitadas.

O responsável da empresa ADP reconheceu a necessidade e importância da obra da retirada das condutas da ponte centenária de Pedorido, e a requalificação desta estrutura, enaltecendo a reivindicação constante e a luta do presidente da CM de Castelo de Paiva neste processo, desejando que as obras decorram em bom ritmo, e que esta região do concelho possa ficar mais valorizada.

Por sua vez, Gonçalo Rocha também se mostrou satisfeito com a intervenção nesta travessia sobre o Rio Arda, recordando a luta que teve de ser travada para a retirada das condutas da Ponte Centenária, reivindicação antiga da autarquia e das gentes do Couto Mineiro, manifestando o seu agrado por se ter honrado o compromisso, num trabalho nem sempre fácil, num tempo de constrangimentos financeiros e exigências administrativas, permitindo que agora, com a transferência das condutas para a estrutura da travessia da EN 222, se possa tratar a questão do saneamento nesta zona do concelho com maior amplitude a partir da ligação à ETAR de Pedorido, num investimento superior a 363 mil euros.

Sobre a obra de requalificação do Choupal e a realização do Percurso Pedestre ( com passadiços ) “ Viver o Payva D’Ouro “, o autarca de Castelo de Paiva considerou estas obras fundamentais para o concelho, evidenciando o interesse de valorizar as potencialidades do município, ao mesmo tempo que sublinhou o potencial que o território paivense apresenta na sua vertente ribeirinha, destacando a importância destes investimentos para o concelho, com particular destaque para a dinamização turística que se deseja num enquadramento que se possa traduzir em mais riqueza e emprego na região.

Recorde-se que este é um investimento que está integrado no Plano Estratégico de requalificação de frentes ribeirinhas do território de Castelo de Paiva, há muito que é desejado pela população do Couto Mineiro do Pejão e, segundo o autarca Gonçalo Rocha, visa dotar este espaço ribeirinho, muito procurado no período de Verão, com condições de excelência para a prática balnear, para a fruição pública, e naturalmente garantindo um melhor nível de qualidade de vida a quem frequenta esta emblemática zona do município.

Com a execução e implementação do projecto de requalificação do Parque de Lazer do Choupal pretende-se, fundamentalmente, criar um ambiente visual agradável que melhore e potencie o bem estar e conforto para quem o frequenta, ao mesmo tempo valorizar ao nível ecológico, funcional e estético uma área ribeirinha emblemática, melhorando as condições de recreio e lazer das diversas faixas etárias, sendo que a prática do desporto informal, de ar livre, e o lazer foram privilegiados para potenciar a dinamização do parque.

Assim, num espaço atractivo junto ao Rio Douro, numa zona ribeirinha, muito concorrida nos meses de Verão, e tirando partido da plataforma existente, a edilidade paivense avança agora com um projecto turístico que contempla um parque de estacionamento devidamente arborizado, uma zona de merendas com churrasqueiras e mais no interior do parque, um pequeno edifício equipado com bar e esplanada, para além de instalações sanitárias e dois pequenos parques infantis, sendo que, o projecto contempla ainda, uma nova rede de energia e iluminação pública, estando também prevista uma rede pedonal que interligam as várias áreas do parque, uma praça para acolher eventos de maior dimensão, bem como um anfiteatro no lado oeste do parque e no areal um campo de volei-de-praia, sendo que, na margem direita do Rio Arda, propõe-se a criação de uma pequena praceta e a requalificação da rua de acesso, com a criação de passeios e estacionamento, assim como um percurso pedonal marginal devidamente arborizado, uma empreitada que se traduz num investimento superior a 147 mil euros.

Paralelamente, decorrem também em bom ritmo as obras para a criação dos Caminhos Pedestres “ Viver o Payva D’Ouro “, projecto que se vai desenrolar numa extensa frente ribeirinha do Douro e que representa um investimento de 274,695 euros, e que contempla nesta primeira fase, o trajecto com passadiços entre o Choupal e a Estação.

Prosseguem também as obras de requalificação do Cais do Castelo, na zona ribeirinha de Fornos, uma obra lançada pela APDL – Administração dos Portos do Douro e Leixões, uma intervenção considerada prioritária e há muito reclamada pela Câmara Municipal, que também se insere na estratégia integrada numa acção global denominada "Viver Payva Douro", que está a contemplar diversas intervenções no território, nomeadamente nas zonas ribeirinhas com potencial turístico, com especial enfoque para os percursos pedestres que a autarquia quer dinamizar.

No entanto, para o presidente Gonçalo Rocha ainda há muito a fazer no território, como aproveitar ao máximo este grande potencial da frente ribeirinha que o concelho apresenta, porque na sua opinião “ não podíamos continuar de costas voltadas para o Douro, tendo as condições que temos para explorar e rentabilizar “, daí a vontade de investir noutros trilhos, criar dinâmica económica, promover o que de melhor tem o concelho aos mais diversos níveis, atrair visitantes e gerar riqueza.

mais notícias
GIPFarmáciasBombeirosMunicípioVeterinárioContactos
Desenvolvimento
Castelo de Paiva 2013
Todos os direitos reservados